segunda-feira, 11 de agosto de 2008

O Triunfo da Metafísica na Pintura de Felipe Stefani. Texto de Marcelo Ariel.

Coração: Felipe Stefani

O que vemos na tela acima é uma figura que se move dentro de um mundo 'in abstracto' e essa figura que se assemelha a um coração ou melhor é a imersão da luz que se funde com o símbolo do coração, um coração pulsando dentro de uma energia verde, de um lugar onde uma energia verde se apresenta como a evocação metafísica de um corpo que talvez seja a 'anima mundis'. No trabalho pictórico de Felipe Stefani há uma recorrente evocação dos símbolos metafísicos que aqui estão de algum modo 'renomeados através do silencioso sussurro da cor'.
Há uma delicadeza nessa evocação de um triunfo da metafísica, dessa fusão do olhar com o símbolo que parece ser o centro do trabalho de Felipe e é para esse centro que a energia luminosa que aqui se apresenta como algo verde totalizante caminha.

Marcelo Ariel

Um comentário:

Xavier disse...

escrevi um conto ontem, meu caro, que parece ter sido ilustrado por sua pintura...

"Lucien"
Bonito coração...
Coração bonito...