terça-feira, 6 de janeiro de 2009

Para Iniciar um Novo Ciclo



Para iniciar 2009, continuando a série de poemas com insipiração greco-latina, dois poemas inspirados em versos rearranjados e retrabalhados de Horácio Flaco.


Amarei livremente a mais bela diva
de cabelos soltos e rosto ambíguo,
cantada na lira ou na sonora flauta.

Se a aldeia estiver em festa,
instruído em doces ritmos,
amarei-a nos vales líricos
com a cítara das estrelas.

André Setti





Para onde me arrebatas, Baco?
Contigo, sou o rei dos persas.

Para onde me arrebatas, Baco?
Tu aplicas suave violência
ao engenho mais louco.

Por que não bebemos,
estendidos assim, ao acaso,
sob o alto plátano
ou sob este pinheiro?

André Setti

2 comentários:

Walmir disse...

É bom começo para 2009, mano.

Maiara Gouveia disse...

André,

maravilha, hein? Muito bons!

Ainda na correria, mas em breve devo entrar em contato contigo e com o Felipe. Beijos.